Um repasto sem nome


Há muita sabedoria e inventividade na nossa cozinha rural. Há uns dias inspirei-me e fiz algo a que não consigo atribuir um nome, mas que é delicioso e tão rápido e tão fácil e tão...de repetir!
Aqui em casa toda a gente adorou. E até acharam que eu devia ter feito mais! Basta fazer um refogado normal e ir colocando o que quisermos (vegetais e enchidos), um pouco de tomate triturado (pode ser de lata), adicionar água, deixar ferver e depois juntar massa, feijão branco e mais vegetais (bróculos, espinafres...). Deixar apurar, rectificar os temperos e servir numa bela terrina, para se manter quentinho!

E sim, este é o tipo de comida que é para comer à colher e numa tigela :)

Sem comentários:

Enviar um comentário

AddThis