Arroz de pato


O arroz de pato costuma ser um prato sensaborão e exageradamente seco. Uma vez, num jantar em casa de amigos, serviu-se um arroz de pato com um toque exótico. Esse jantar inspirou-me, acrescentei mais uns pozinhos mágicos, mais uns legumes e... nunca mais consegui comer arroz de pato fora de casa.

Pato desfiado q.b.; caldo de cozer o pato q.b.; 1 cebolinha; 1 tigela de arroz; metade de uma chouriça cortada em pedaços pequenos; 1 cenoura; passas e pinhões; açafrão; sal e pimenta.

Depois de se cozer o pato, reserva-se o caldo, a água onde esteve mergulhado durante horas. Seguidamente, picar finamente a cebola, cortar a cenoura em palitos muito finos, regar com azeite e levar a refogar. Depois de uns minutos, acrescentar as passas, os pinhões e os pedacinhos de chouriça e deixar tostar ligeiramente. Adicionar o arroz e o açafrão e deixar fritar bem, para que fique soltinho. Juntar depois o caldo (o dobro da quantidade de arroz), temperar com sal e pimenta e deixar cozer. Passados uns minutos, juntar o pato desfiado e colocar no forno quente, até o caldo evaporar. Servir assim que sair do forno!

Sem comentários:

Enviar um comentário

AddThis